Siga nossas redes

Bahia

Chuvas na Bahia já deixaram 18 vítimas fatais, junto com milhares de desabrigados e desalojados

Published

on

O governo da Bahia confirmou que já há 18 mortos em decorrência das fortes chuvas que atingem o Estado.

De acordo com a Defesa Civil já são 286 feridos, 4.185 desabrigados e 11.260 desalojados. Mais de 378 mil pessoas foram atingidas pelas tempestades e alagamentos.

Em entrevista à CNN Brasil, o ministro da Cidadania, João Roma, afirmou que o governo federal trabalha em coordenação com o governo da Bahia, gestões municipais e voluntários.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, informou em suas redes sociais que sua pasta enviaria duas equipes para compor o Centros Integrado de Emergência em Ilhéus, Itamaraju e Itabuna.

A prefeitura de Salvador disse que a situação de momento é de alerta máximo, e que as chuvas devem continuar com intensidade fraca a moderada até o fim deste domingo (26/12/2021).

A gestão municipal também disse que a chuva registrada neste mês, em Salvador, já tem volume seis vezes maior do que o esperado para todo o mês. As precipitações já atingiram 355,8mm na cidade, de acordo com a estação meteorológica de Ondina, contra o volume esperado de 58,1mm.

Rompimento da Barragem

A prefeitura de Itambé, município do Sul da Bahia, alertou sobre o rompimento da barragem de Iguá na noite deste sábado (25), devido às fortes chuvas na região, e disse que uma forte enxurrada poderia atingir áreas da cidade.

A gestão municipal pediu ainda para que todas as pessoas deixassem as margens do rio verruga. A Santa Casa de Misericórdia da cidade afirmou que nenhuma pessoa precisou ser encaminhada ao local.

De acordo com um comunicado da prefeitura de Vitória da Conquista, cidade próxima à barragem, a Defesa Civil e técnicos da Prefeitura, a Polícia Rodoviária Federal e a Via Bahia monitoravam o volume de água.

A prefeitura também informou que nenhuma pessoa se feriu, e que não foram “constatados maiores prejuízos”.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As mais lidas