Siga nossas redes

Brasil

Sobe para 13 o número de mortos pelas fortes chuvas no estado do Rio de Janeiro

Published

on

Subiu para 13 o número de mortos no litoral do estado fluminense, após as fortes chuvas que atingiram a região desde a última quinta-feira (31/03/2022). Em Angra dos Reis, na Costa Verde, foram cinco óbitos, uma menina de 4 anos, um adolescente de 11, uma criança de 9, e dois adultos, na faixa entre 35 e 60 anos. Daniel Ribeiro, de 38 anos, morreu no município de Mesquita, na Baixada Fluminense, após ser eletrocutado em um poste enquanto tentava ajudar outra pessoa.

Em Paraty, mãe e 6 filhos morreram soterrados na comunidade costeira de Ponta Negra. Os corpos da mãe Lucimar e dos adolescentes Luciano e Lucimara de 15 e 17 anos, já foram resgatados. Os Bombeiros e a Defesa Civil estão agora à procura dos outros filhos, João, 2 anos, Estevão, 5 anos, Yasmin, 8 anos, e Jasmin, 10 anos. Uma base de resgate foi montada no Condomínio Laranjeiras para socorrer eventuais vítimas com lanchas de resgate já que o acesso à Ponta Negra só pode ser feito por barco, informou a Defesa Civil. Seis pessoas ainda permanecem desparecidas.

Nas últimas 48 horas, Angra dos Reis atingiu o volume equivalente a 655 mm no continente, e 592 mm na Ilha Grande. O volume das chuvas é uma marca inédita no município. A Defesa Civil informou que as 28 sirenes do sistema de alerta — distribuídas em 20 blocos, em torno das áreas de risco –, soaram durante a madrugada, para alertar moradores sobre a possibilidade de deslizamentos e alagamentos.

A Prefeitura de Paraty, através do gabinete de emergência da Defesa Civil, segue monitorando as chuvas na cidade. As vítimas do desastre foram acolhidas na escola municipal Pequenina Calixto, no centro da cidade, na sede do Detran, no Condado, e na Associação Cairuçu, no Patrimônio.

Em relação às estradas, todas as barreiras na Rio-Santos foram removidas ou parcialmente removidas, com exceção do km 592, onde o tráfego flui por desvio por via municipal. Na estrada Paraty-Cunha, o fluxo segue normal, mas há risco de queda de galhos e árvores.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas