Crises no mundo faz 165 milhões de pessoas entraram na pobreza em três anos, segundo a ONU

Nos últimos três anos, o mundo tem enfrentado uma série de crises que afetaram negativamente a vida de milhões de pessoas e agravaram os problemas socioeconômicos em várias regiões do mundo. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), durante esse período, cerca de 165 milhões de pessoas entraram na pobreza. Só aqui no Brasil mais de 21 milhões de pessoas não tem o que comer.

Esse número evidencia a urgência de ações efetivas e coordenadas para reverter essa tendência. A entidade internacional pediu uma pausa no pagamento da dívida dos países em desenvolvimento para inverter a tendência, que já chega a deixar mais de 90 milhões de pessoas no mundo vivendo abaixo do limite da pobreza. Eles devem optar por pagar a dívida ou ajudar a população.

Em um comunicado, Achim Steiner, diretor do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), informou que os países que conseguiram investir em medidas de proteção nos últimos anos evitaram que muitas pessoas caíssem na pobreza, mas nos países muito endividados há uma correlação entre elevados níveis de dívida, gastos sociais insuficientes e um aumento alarmante dos níveis de pobreza.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie E-mail para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

TikTok (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts