Siga nossas redes

Esportes

Fifa e Uefa suspendem a seleção e equipes da Rússia de torneios organizados pelas entidades

Published

on

Na tarde desta-feira (28/02/2022), Fifa e Uefa comunicaram de maneira conjunta a suspensão de seleção e equipes da Rússia de torneios organizados pelas respectivas entidades. Desta forma, o país do leste europeu está oficialmente fora da Copa do Mundo do Catar, que será disputada no fim deste ano. O Spartak Moscou está eliminado da disputa da Europa League.

Ambas as entidades futebolísticas demonstraram que o futebol não está alheio aos episódios tristes que acontecem na Ucrânia, país que está em conflito armado com a Rússia. Nesta segunda (28), a Fifpro, organização formada por jogadores de todo planeta, cobrou medidas mais firmes da Fifa em relação à guerra. As ações foram tomadas.

Sendo assim, além da queda imediata do Spartak de Moscou na Liga Europa, a repescagem europeia para a Copa do Mundo fica com uma lacuna. Isso porque a Rússia iria enfrentar a Polônia em um dos confrontos eliminatórios. Os poloneses se posicionaram contra o possível duelo frente aos russos.

A decisão tomada por Fifa e Uefa compreende todas as seleções da Rússia (time principal masculino e feminino, além de ambas as categorias de base) e clubes do país. A federação russa pode recorrer da determinação no TAS, Tribunal Arbitral do Esporte.

Confiram o comunicado emitido por Fifa e Uefa:

“Na sequência das decisões iniciais adotadas pelo Conselho da FIFA e pelo Comitê Executivo da UEFA, que previa a adopção de medidas adicionais, FIFA e UEFA decidiram hoje em conjunto que todas as equipes russas, quer sejam equipas representativas nacionais ou equipes de clubes, serão suspensas da participação nas competições da FIFA e da UEFA, até notícias em contrário (sobre a guerra)..

Estas decisões foram adotadas hoje pelo Bureau do Conselho da FIFA e pelo Comitê Executivo da UEFA, respectivamente os mais altos órgãos decisórios de ambas as instituições em assuntos tão urgentes.

O futebol está totalmente unido e em total solidariedade com todas as pessoas afetadas na Ucrânia. Ambos os presidentes esperam que a situação na Ucrânia melhore significativamente e de forma rápida para que o futebol possa voltar a ser um vetor de unidade e paz entre os povos.”

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas