Rodoviários da CSN decidem entrar em greve já a partir desta segunda (29/03/2021) em Salvador

O Sindicato dos Rodoviários decidiu parar por tempo indeterminado os trabalhos por parte da empresa Consorcio Salvador Norte (CSN), já a partir desta segunda (29). Essa greve fará a Orla e Mussurunga ficarem sem os serviços do transporte público.

A categoria teme que a empresa CSN descumpra com acordo, e os rodoviávios fiquem mais uma vez prejudicados com os direitos trabalhistas e previdenciários.

Segundo o vereador e presidente do sindicato, Hélio Ferreira (PCdoB), em entrevista ao site Bahia.ba, a dívida trabalhista da empresa (CSN) gira em torno de R$ 82 milhões.

“Com os créditos da Prefeitura são R$ 36,6 milhões. Uma das garagens vale em torno de R$ 50 milhões, com isso daria para pagar o valor”.

Na manhã do último sábado (27/03/2021) o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), anunciou o fim do contrato de intervenção na empresa, com isso dará mais poder à prefeitura em assumir o serviço, com isso, ela pretende manter cerca de 3.000 mil rodoviários contratatos através do Regime Especial de Direito Administrativo (Reda), até uma nova empresa assumir o papel. Lembrando que esse formato já é usado em contratações de professores, mas a categoria discorda por temer perdas de direitos, principalmente trabalhista.

Confiram algumas das regiões que a Consórcio Salvador Norte roda, e será prejudicada pela greve:

– Lapa

– Terminal Acesso Norte

– Estação Mussurunga

– Aeroporto

– Boca do Rio

– Aeroporto

– Rio das Pedras

– Parque São Cristovão

– Estação Imbuí

– Nordeste de Amaralina

– Santa Cruz

Comments (0)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *