Programa Silvio Santos Especial 60 anos: Repleto de emoção e convidados especiais

Uma homenagem com a grandeza que o “Programa Silvio Santos” merece! Foi com muita festa, animação, diversão e a presença de diversos convidados famosos e que estão na história da atração, que aconteceu, na última terça-feira (30/05/2023), no Estúdio 3 do SBT, com apresentação de Patricia Abravanel, a gravação do especial de 60 anos do programa, que vai ao ar neste domingo, 4 de junho.

O especial contou com a participação de Dona Iris Abravanel e todas as filhas de Silvio Santos (Cíntia, Silvia, Daniela, Rebeca e Renata, além de Patrícia). Antes do início das gravações, Patricia, inclusive, conversou com a imprensa, que, pela primeira vez, foi convidada para fazer parte da plateia VIP do programa.

“Ele (Silvio Santos) fala que eu estou indo muito bem. No começo, eu não me sentia à vontade para fazer brincadeiras no auditório porque era uma coisa tão característica dele que eu achei que não tivesse graça comigo. Aí eu fazia quadros muito longos. Ele deu a dica para gente fazer quadros um pouco menores e deu certo”, contou Patrícia.

“Ele é muito melhor do que o comunicador. Participativo, amoroso. Ensina a gente a sermos mulheres fortes. Nunca passou a mão na cabeça, nunca mimou. Mas sempre encorajou”, enalteceu.

Quem também participou da conversa com os jornalistas foi a esposa de Silvio Santos, Dona Iris Abravanel, que contou que ele está muito contente com o desempenho de Patrícia e até aproveitou para brincar: “acho que ele não está vindo porque está acomodado com a Patrícia. Mas confesso que sou meio egoísta e estou amando ter ele só para mim… Tem sido um tempo muito bom como casal, como família. Ele está muito bem”.

Para celebrar os 60 anos de existência do “Programa Silvio Santos”, Patrícia Abravanel recebeu no palco diversas personalidades, incluindo o vice-presidente da República, Geraldo Alckmin.

Quadros históricos da atração foram gravados para serem exibidos no próximo domingo, com a participação de nomes que fizeram e ainda fazem história no programa. Entre eles: Adriane Galisteu, Ary Toledo, Décio Piccinini, Eliana, Flor Fernandez, Gilliard, Ivo Holanda, Jane, Lady Zu, Leão Lobo, Lilian Knapp, Liminha, Luís Ricardo, Mara Maravilha, Nahim, Nelson Rubens, Ovelha, Roque, Sarajane, Sérgio Mallandro, Sônia Lima, Sylvinho Blau Blau e Trio Los Angeles.

Além deles, outros nomes icônicos também estiveram no “Programa Silvio Santos”, como Daiza Lazarte Barros, a ‘Menina do Bambu’ e Luis Sales, fã do Raça Negra.

O especial “Programa Silvio Santos 60 anos” será exibido neste domingo, 4 de junho,  logo após o sorteio da Tele Sena .

Programa Silvio Santos Especial 60 anos: Uma história de sucesso, inovação e muita diversão!

Em 1963, o diretor da extinta TV Paulista (canal 5), Paulo de Grammont, ofereceu a Silvio Santos a oportunidade de alugar o horário vespertino dominical da emissora, que à época ficava fora do ar, para que ele apresentasse um novo programa de televisão. Mesmo sabendo que não havia tradição do grande público em assistir televisão neste período, a visão inovadora de Silvio Santos o fez acreditar na oferta e topar o desafio: no domingo, dia 02 de junho, estreava repleto de variedades, brincadeiras e prêmios o Programa Silvio Santos.

Inicialmente exibido do meio-dia até às 14h00, contava com três atrações: Cuidado com a Buzina, o primeiro programa de calouros comandado por Silvio Santos, Justiça dos Homens, esquetes dramatúrgicos que finalizavam com julgamento no palco, e Pra Ganhar é Só Rodar, que já era apresentado há alguns anos no horário noturno da emissora, e Silvio o transferira para dentro do dominical. A audiência, até então inexistente, começa a aumentar e colocar a TV Paulista dentre o topo das emissoras de São Paulo.

Ao longo da década, foi ganhando tempo, novas atrações foram surgindo, e o inevitável crescimento veio acompanhado de um estrondoso sucesso. Em 1964, ao mesmo tempo em que comandara o dominical pela TV Paulista, a Publicidade Silvio Santos, empresa que produzia independentemente seus programas, passa também a alugar espaço na programação da TV Tupi, extinto canal 4 de São Paulo, para apresentar outras atrações. A estreia se deu com Festival da Casa Própria, em novembro daquele ano, e pela primeira vez, um programa de televisão entregava uma casa para seus telespectadores.

Silvio Santos em programas da década de 60: Pra Ganhar é Só Rodar (Tobias Vaclav/SBT), Cuidado com a Buzina (Tobias Vaclav/SBT) e Cidade Contra Cidade (Ramon Bechara/SBT)

Na década de 60, destacam-se entre os grandes sucessos do Programa Silvio Santos: Corrida da Bola Branca, Rainha por Um Dia, Essas Crianças, Rodada de Ouro, Partida de Cem, Os Galãs Cantam e Dançam aos Domingos, Música e Alegria, Pergunte e Dance, Cidade Contra Cidade além dos já mencionados Pra Ganhar é Só Rodar e Cuidado com a Buzina. Em 1965, a TV Paulista é vendida para o Grupo Globo, e a nova emissora – TV Globo – passa a ser a “casa” do Programa Silvio Santos dominical.

Em 1969, já era considerado um fenômeno em audiência e inovação, sendo o único programa de TV independente com uma produção de mais de 11 horas semanais (9 horas e meia aos domingos + 3 horas semanais em média). O dominical batia o Ibope do badalado “Jovem Guarda”, na RecordTV, com Roberto Carlos, e o semanal noturno – à época Cidade Contra Cidade – chegou ao patamar de apenas 1 ponto sob a transmissão da chegada do homem à lua, exibido num pool de emissoras brasileiras. No mesmo ano, o Troféu Imprensa passa a fazer parte anualmente de sua programação.