BOLSONARO ACUSA TSE DE FRAUDE, UMA SEMANA APÓS REUNIÃO COM FUX

O presidente Jair Bolsonaro voltou a acusar nesta segunda-feira (19), sem provas, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) de participar de uma fraude nas eleições. O fato ocorre uma semana após Bolsonaro reunir-se com o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Luiz Fux, e ouvir pedidos de respeito à Constituição.

Em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada, o mandatário afirmou que “eleições não auditáveis” são uma “fraude”. O presidente defende a adoção do voto impresso. Bolsonaro fez uma relação com duas decisões do STF, que permitiram o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sair da prisão e recuperar sua elegibilidade, com uma suposta irregularidade dentro do TSE.

“As mesmas pessoas que tiraram o Lula da cadeira e tornaram o Lula elegível, vão contar os votos, dentro do TSE, de forma secreta. As mesmas pessoas”, disse, acrescentando depois: “Agora, eleições não auditáveis, isso não é eleição, isso é fraude.”

Comments (0)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *