Brasil comemora o “Dia do Índio” nesta segunda (19/04/2021)

Nesta segunda (20/04/2021), é comemorado o Dia do Índio, que tem como objetivo lembrar a história dos povos indígenas antes e durante a colonização das américas, preservar a cultura das mais variadas etnias, combater preconceitos, discutir políticas públicas, dentre outros.

No Brasil, a celebração foi instituída pelo decreto-lei nº 5.540, de 02 de Julho de 1943, na gestão do então presidente Getúlio Vargas:

“O PRESIDENTE DA REPÚBLICA, usando da atribuição que lhe confere o artigo 180 da Constituição, e tendo em vista que o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano, reunido no México, em 1940, propôs aos países da América a adoção da data de 19 de abril para o “Dia do Índio”,

DECRETA:

Art. 1º É considerada – “Dia do Índio” – a data de 19 de abril.

Art. 2º Revogam-se as disposições em contrário.

Rio de Janeiro, 2 de junho de 1943, 122º da Independência e 55º da República.

GETÚLIO VARGAS

Apolônio Sales

Osvaldo Aranha”

Como citado no texto do decreto-lei, a data foi escolhida porque foi neste dia em que ocorreu o Primeiro Congresso Indigenista Interamericano, no México, em 1940. A reunião, que contou com a presença de representantes de várias etnias indígenas, discutiu pautas de interesse do grupo, que serviriam como base para a instalação de políticas públicas específicas.

Após o encontro, vários países das Américas decidiram adotar a data comemorativa, como o Brasil, o México e o Chile. Além da data comemorativa, o Brasil conta ainda com uma lei (nº 11.645, de 10 de março de 2008), que incluiu no currículo oficial da rede de ensino a obrigatoriedade da temática “História e Cultura Afro-Brasileira e Indígena”.

De acordo com a legislação, o conteúdo programático deve incluir aspectos da história e da cultura que caracterizam a formação da população brasileira, a partir destes dois grupos étnicos, “resgatando as suas contribuições nas áreas social, econômica e política, pertinentes à história do Brasil”.

**Informações JC Online – UOL

Comments (0)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *