Siga nossas redes

Mundo

Polônia acusa Bielorrússia de “mudar de tática” do envio de migrantes

Published

on

Em vez de multidões, regime belarusso agora envia pequenos grupos de migrantes a vários pontos da fronteira, afirma governo polonês. Lukashenko reconhece que país pode ter ajudado refugiados a tentar chegar à UE.A Polônia afirmou neste sábado (20/11/2021) que o governo de Belarus mudou de tática na crise que se desenrola na fronteira entre os dois países, agora direcionando grupos menores de migrantes para vários pontos ao longo da linha que divide a União Europeia (UE) do resto do continente.

Embora haja sinais de que a crise está diminuindo, o ministro da Defesa polonês, Mariusz Blaszczak, afirmou que a expectativa é que o impasse na fronteira se prolongue por um bom tempo.

Os guardas de fronteira poloneses relataram novas tentativas de travessia por vários grupos, a maioria deles formada por dezenas de migrantes. Um grupo maior, de cerca de 200 pessoas, teria ainda lançado pedras e gás lacrimogêneo na tentativa de ingressar no território polonês.

“Temos que nos preparar para o fato de que esse problema continuará por meses. Não tenho dúvidas de que será o caso”, afirmou Blaszczak à imprensa local.

“Agora, um novo método foi adotado pelos migrantes e pelos serviços belarussos. [Em vez de grandes grupos em um único ponto da fronteira], grupos menores de pessoas estão tentando cruzar a fronteira em muitos lugares”, afirmou. Segundo o ministro, “não há dúvida de que esses ataques são dirigidos por serviços belarussos”.

O Ocidente acusa Belarus de criar a crise ao trazer migrantes – principalmente do Oriente Médio – ao seu território e levá-los à fronteira com a promessa de uma passagem fácil para a UE. Belarus nega a acusação e critica o bloco europeu por não aceitar os migrantes.

*Informações do Portal Terra

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As mais lidas