Connect with us

Televisão

Passagem secreta é encontrado pela Polícia no apartamento do ator Luiz Carlos Araújo, de Carinha de Anjo

Published

on

A morte do ator Luiz Carlos Araújo, o Valter na novela Carinha de Anjo (2016), é repleta de mistérios. No boletim de ocorrência registrado no dia em que seu corpo foi encontrado, a polícia fez uma série de relatos curiosos, entre eles o apontamento de uma passagem secreta que dava acesso ao apartamento sem a necessidade de passar pela portaria, e o fato de as câmeras de segurança internas estarem todas desligadas.

O site Notícias da TV teve acesso ao B.O., no qual constam os relatos da equipe policial que entrou no apartamento no último sábado (11/09/2021). O corpo do ator foi encontrado sem sinais aparentes de violência física. Seu rosto, no entanto, estava disforme e com a pele bastante escurecida, atribuída ao estado de putrefação da carne, já que a morte, estima-se, teria ocorrido cinco dias antes.

O corpo do ator estava deitado na cama, de barriga para cima e com as pernas levemente dobradas, e vestia apenas uma cueca vermelha, meias cinzas e uma camiseta azul, parcialmente envolto por um cobertor.

No apartamento, foram detectadas três câmeras: uma situada acima da porta de entrada, outra apontando para o corredor, e a última dentro do quarto. Chamou a atenção dos policiais a existência de um rack com um grande televisor, que contava com um equipamento de TV por assinatura e um estabilizador, todos fora da tomada e desconectados dos cabos HDMI que dariam acesso à internet.

Logo atrás do televisor foi achado um aparelho DVR, que a polícia acredita ser onde estão salvas e armazenadas as imagens captadas pelas câmeras. O aparelho não foi acessado e tampouco extraído no momento, com o receio de prejudicar possíveis evidências a respeito da morte.

No quarto do ator há também uma grande área aberta, onde havia uma rede que fazia parede contígua com uma caixa d’água. Os policiais perceberam que esse local possibilitava o acesso ao apartamento sem que fosse necessária a passagem pela portaria do prédio.

“Aparente possibilidade de sair do apartamento –apenas, obviamente, por alguém que o conhecesse muito bem, assim como a rotina do prédio e dos vizinhos”, informa o boletim de ocorrência.

Embora nenhuma conclusão tenha sido feita até o momento, a análise inicial chamou a atenção dos policiais, sobretudo a sacada do quarto. “Especialmente porque tudo se encontrava aberto”, relata o grupo policial.

Sigam as redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As mais lidas