Acareação é suspensa na CPI da Covid-19 e vai ouvir representante da Precisa

CPI da Covid no Senado decidiu ontem à noite suspender a acareação entre o ministro do Trabalho e Previdência, Onyx Lorenzoni, e o deputado Luis Miranda (DEM-DF). Os senadores avaliaram que a acareação seria pouco produtiva, e a informação foi confirmada pelo relator da comissão, senador Renan Calheiros nesta manhã de terça (17/08/2021) “Não vai acrescentar nada. Gostaria que tivesse, mas infelizmente não vai mais acontecer amanhã”, afirmou.

A comissão parlamentar de inquérito vai ouvir nesta quarta-feira (18/08/2021) o representante da Precisa Medicamentos, Túlio Silveira. Pelo requerimento aprovado na CPI, Túlio dará detalhes de potencial beneficiamento da Bharat Biotech, representada no Brasil pela Precisa Medicamentos, na negociação de compra de vacinas pelo Ministério da Saúde.

Na quinta-feira (19), está previsto o depoimento de Francisco Maximiano, sócio da Precisa Medicamentos. A ida de Maximiano à comissão já foi adiada mais de uma vez. A última ocorreu ainda neste mês. A oitiva estava marcada para 4 de agosto, mas o empresário estava na Índia e alegou à CPI que teve que cumprir quarentena ao retornar da viagem.

Maximiano conseguiu um habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF) para não responder a perguntas que pudessem incriminá-lo. A empresa é investigada pela comissão e pela Polícia Federal por ter atuado como representante no Brasil da Bharat Biotech, farmacêutica responsável pela produção da Covaxin. O contrato com o Ministério da Saúde previa a aquisição de 20 milhões de doses por R$ 1,6 bilhão e foi suspenso em 29 de junho.

Nesta terça-feira (17), a comissão ouve o auditor do Tribunal de Contas da União, Alexandre Marques, sobre supernotificação de mortes em relatório anunciado pelo presidente Jair Bolsonaro, que mostrava que haviam outros motivos e não a covid-19 para o grande número de óbitos no país na pandemia.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Comments (0)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *