Siga nossas redes

coronavírus

Diretor da Prevent Senior, Pedro Benedito Batista, nega ocultação de mortes por covid-19

Published

on

Além disso, o diretor da companhia afirmou que dois ex-funcionários “manipularam dados de uma planilha interna” para “tentar comprometer a operadora”. Segundo ele, nenhum médico foi “incitado” a receitar hidroxicloroquina e cada um teve autonomia junto ao paciente.

“Esses profissionais, já desligados, passaram a acessar e a editar o referido arquivo culminando no compartilhamento da planilha com a advogada Bruna Morato em 28 de agosto”, afirmou aos senadores.

A Comissão Parlamentar de Inquérito recebeu uma série de documentos com denúncias de irregularidades, elaborados por médicos e ex-médicos da Prevent Senior. O dossiê informa que a utilização da cloroquina e outras medicações ineficazes contra o coronavírus foi resultado de um acordo entre o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e a Prevent.

O diretor-executivo médico afirmou à CPI que não tem relação com o “gabinete paralelo”,  grupo que assessorou Bolsonaro na pandemia e que defende a divulgação e o uso de remédios que não funcionam contra a covid.

Durante a sessão desta quarta-feira (22), os senadores mostraram o apoio, postado nas redes sociais, do senador Flávio Bolsonaro (Patriota-RJ) e do próprio presidente Jair Bolsonaro aos experimentos.

*Informações do Portal SBT News

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As mais lidas