Posted By sessaodenoticias Posted On

China tenta atrapalhar conversa da ONU sobre situação dos uigures

A China está tentando convencer os países membros da ONU a boicotar um evento planejado para próxima quarta-feira (12/05/2021) pela Alemanha, EUA e Grã-Bretanha sobre a repressão aos muçulmanos uigures e outras minorias em Xinjiang , de acordo com uma nota vista pela Reuters na sexta-feira (07/05/2021).

A China acusou os organizadores, que incluem vários outros estados europeus junto com Austrália e Canadá, de usar “questões de direitos humanos como uma ferramenta política para interferir nos assuntos internos da China, como Xinjiang, para criar divisão e turbulência e interromper o desenvolvimento da China”.

Louis Charbonneau, diretor da Human Rights Watch na ONU, disse na sexta-feira: “Há anos Pequim tenta forçar os governos a se calar, mas essa estratégia falhou miseravelmente, à medida que mais e mais Estados se apresentam para expressar horror e repulsa pelos crimes da China contra os uigures e outros muçulmanos turcos. ”

A missão da ONU da China escreveu na nota, datada de quinta-feira: “É um evento com motivação política … Solicitamos a sua missão NÃO para participar neste evento anti-China.” A missão chinesa nas Nações Unidas não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Comments (0)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: