Após ataques ucranianos, Rússia anuncia retirada das tropas presentes na Ilha da Cobra

A Rússia anunciou nesta quinta-feira (30/06/2022) sua retirada da Ilha da Cobra, no Mar Negro. Estrategicamente localizada próxima ao porto de Odessa, a região foi conquistada pelas forças russas nas primeiras semanas da guerra e tem sido alvo de bombardeios ucranianos.

Em nota, o Ministério da Defesa da Rússia descreveu a retirada como um “gesto de boa vontade”. Segundo o porta-voz da pasta, o tenente-general Igor Konashenkov, a medida visava demonstrar que “a Federação Russa não estava atrapalhando os esforços das Nações Unidas para estabelecer um corredor humanitário para retirar produtos agrícolas do território da Ucrânia”.

Com o início da guerra na Ucrânia, em 24 de fevereiro, a exportação de grãos do país foi paralisada, gerando uma crise alimentar global. A Ucrânia e o Ocidente acusam o Kremlin de impedir a passagem de navios com grãos ucranianos. Moscou nega as acusações e alega que os portos estão minados, o que impede a passagem segura dos navios dos portos ocupados no mar Negro e no mar de Azov. Todas as tentativas de acordo para um corredor marítimo fracassaram.

A retirada das tropas russas foi confirmada pelo conselheiro presidencial ucraniano Andryi Yermak no Twitter. Ele comemorou o fato e escreveu: “Nossas Forças Armadas fizeram um grande trabalho”. “Não há mais tropas russas na Ilha da Cobra”.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
23
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Related Posts