Palmeiras quebra tabu vencendo o São Paulo, e avança para semifinal da Libertadores

O Palmeiras venceu o São Paulo por 3 a 0 na noite desta terça-feira (17/08/2021), no Allianz Parque, e é o primeiro time garantido na semifinal da Copa Libertadores da América. O Verdão vai encarar na próxima fase Atlético-MG ou River Plate-ARG, que se enfrentam nesta quarta (18).

De quebra, o Palmeiras vingou o vice do Campeonato Paulista deste ano e ainda encerrou o tabu de nunca ter vencido o São Paulo na Libertadores. Além do 1 a 1 no duelo de ida na semana passada, no Morumbi, as equipes tinham se enfrentado outras oito vezes pelo torneio, com seis vitórias do Tricolor e dois empates.

Segundo o site SBT Sports, os gols do clássico foram marcados por Raphael Veiga, aos dez minutos do primeiro tempo, Dudu e Patrick de Paula, aos 21 e 32 do segundo, respectivamente. O Palmeiras só não foi melhor durante o início da etapa complementar. No restante da partida, o Verdão dominou encaixotou o São Paulo e mostra que chega forte para defender o título da Libertadores.

O jogo

Apesar de poder jogar por um empate sem gols – em razão do 1 a 1 do confronto de ida no Morumbi -, o Palmeiras foi quem começou o clássico com mais iniciativas. E o Verdão não demorou para abrir o placar: aos dez, Zé Rafael aproveitou vacilo de Arboleda, puxou contra-ataque, deixou Daniel Alves no chão e serviu para Raphael Veiga chutar no canto de Volpi, que não conseguiu defender.

O São Paulo, então, teve de se atirar ainda mais ao ataque. O problema é que o Tricolor não conseguia envolver a defesa alviverde. O técnico Hernán Crespo colocou Gabriel Sara praticamente como um ponta pela esquerda, enquanto Daniel Alves era o responsável por tentar construir as jogadas pela direita, quase sempre puxando para o meio.

O Palmeiras, por sua vez, ficou ainda mais confortável para fazer o que mais sabe: se defender e sair em velocidade nos contra-ataques. Rony exigiu boa defesa de Volpi e Raphael Veiga arriscou da entrada da área e viu a bola desviar na zaga.

No segundo tempo, o São Paulo voltou com o atacante Rojas no lugar do meio-campista Rodrigo Nestor. O Tricolor pressionou e só não chegou ao empate aos 11 minutos porque Pablo perdeu chance inacreditável, sozinho e cara a cara com Weverton, após lindo passe de Rigoni. Muitos jogadores do Tricolor colocaram a mão na cabeça depois do lance, cientes de que era a grande oportunidade criada até então.

Com o passar do tempo, o Palmeiras voltou a dominar o jogo e construiu a vitória com facilidade. Volpi até defendeu chute forte de Wesley na entrada da área, mas nada pôde fazer quando Dudu, na sequência do lance, encheu o pé e acertou o ângulo para ampliar aos 21 minutos.

O São Paulo não esboçava qualquer tipo de reação e viu o Palmeiras marcar o terceiro aos 32, com Patrick de Paula, que aproveitou erro de Igor Gomes na saída de bola, finalizou de fora da área e contou com desvio na zaga que enganou Volpi.

Com 3 a 0 e a 15 minutos para o fim da partida, era nítido que a vaga na semifinal ficaria com o Palmeiras. O São Paulo ainda teve Vitor Bueno expulso aos 36, por uma forte entrada em Gustavo Gómez, com as travas da chuteira. Se nem com 11 jogadores o Tricolor tinha chances, com dez ficou impossível. A vaga é do Verdão.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Comments (0)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *