Ministério da Saúde começa testagem nacional para Covid-19

Até o final do ano, o Ministério da Saúde pretende fazer 60 milhões de testes contra covid-19 em todo o país. O lançamento do Plano Nacional de Expansão da Testagem para covid-19 ocorreu simultaneamente em todas as regiões.

O teste de antígeno apresenta o resultado de 15 a 20 minutos. Produzidos pela Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), eles serão realizados nas unidades de saúde e também em locais com grande circulação de pessoas, como nas fronteiras. Nesta semana, já foram repassados 2,4 milhões. Os exames serão realizados gratuitamente.

Segundo o ministro Marcelo Queiroga, “aquele que dá positivo é isolado, o que dá negativo volta as atividade normais. Assim vamos no binômio saúde e economia para que o país volte a crescer”, afirmou.

Como funciona

O teste de antígeno funciona assim: a partir de uma amostra coletada pelo swab nasal ou nasofaríngeo, o exame detecta a presença de uma proteína do coronavírus, para mostrar se a pessoa está infectada e em uma fase com maior risco de transmissão. O teste é mais prático, pois não necessita de um laboratório para ser processado, é de fácil manipulação e pode ficar em temperatura até 30º C.
Com o resultado em 15 minutos, o teste de antígeno tem um grau de confiança elevado, graças a uma tecnologia avançada, que foi se aprimorando desde o começo da pandemia. É importante esclarecer que os testes RT-PCR continuam sendo usados como padrão ouro no Sistema Único de Saúde (SUS), ou seja, são necessários para garantir o diagnóstico.

De acordo com Queiroga, a infraestrutura de testagem também foi reforçada em todo o país, com investimentos do ministério nos laboratórios centrais de saúde, para a realização de exames do tipo RT-PCR, que também detectam a infecção enquanto ainda está ativa.

Sigam as redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Comments (0)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *