Zelenski volta a pedir apoio a Lula e propõe reunião com latino-americanos no Brasil

O presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, convidou Luiz Inácio Lula da Silva (PT) para discutir a guerra no Leste Europeu com líderes da América Latina em uma reunião no Brasil. Zelensky expressou seu interesse na região, especialmente no Brasil, e disse que iria até Lula caso ele não pudesse ir à Ucrânia. Em maio, houve um impasse para a reunião durante a cúpula do G7 no Japão, mas Zelensky continua buscando apoio de países em desenvolvimento para enfrentar o conflito com a Rússia que ocorre desde fevereiro do ano passado.

Lula tem adotado posições críticas a Kiev e ao Ocidente, o que gerou críticas de que ele poderia ser conivente com as ações russas. O presidente brasileiro também defende a criação de um “clube da paz” para o fim da Guerra da Ucrânia, mas essa proposta não encontrou eco no exterior. Zelensky busca apoio político e ajuda humanitária do Brasil, não solicitando armas.

A postura do Brasil tem sido historicamente neutra, condenando a invasão russa na ONU, mas evitando críticas diretas a Moscou devido às relações comerciais. Lula enviou seu assessor especial para política externa a Moscou e Kiev para tratar da situação. Zelensky também criticou a decisão de Moscou de romper com um acordo de grãos que afeta as exportações ucranianas no mar Negro, e espera ajuda do governo brasileiro para lidar com a situação, especialmente nos países da África afetados.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts