União Européia pede que a Rússia retome o acordo que permite a exportação de grãos ucranianos em meio à guerra

A União Europeia instou, neste domingo (30/10/2022), a Rússia a reconsiderar o acordo que permite a exportação de grãos ucranianos em meio à guerra. A medida, acordada pelos países em julho, foi suspensa por Moscou, que acusa ucranianos e britânicos de atacarem navios militares em meio ao escoltamento de cargueiros russos, no Mar Negro.

“A decisão da Rússia de suspender a participação no acordo do Mar Negro coloca em risco a principal rota de exportação de grãos e fertilizantes muito necessários para enfrentar a crise alimentar global causada por sua guerra contra a Ucrânia”, disse o Alto Representante do bloco para os Negócios Estrangeiros, Josep Borrell.

O acordo que permitiu a exportação dos cereais ucranianos foi mediado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Turquia, dando alívio à disparada de preços provocada pela falta de escoamento de grãos. Isso porque, desde o início da invasão russa, toneladas de alimentos ficaram paradas nos portos da Ucrânia.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

TikTok (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts