Ucrânia afirma ter matado mais de 100 militares russos na batalha de Kherson

Os Militares ucranianos disseram, neste sábado (30/07/2022), que mataram dezenas de soldados russos e destruíram dois depósitos de munição em combates na região de Kherson, o foco da contraofensiva de Kiev, no sul da Ucrânia, e um elo fundamental nas linhas de abastecimento de Moscou.

O tráfego ferroviário para Kherson sobre o rio Dnipro foi cortado, disse o comando militar do sul, potencialmente isolando ainda mais as forças russas a oeste do rio de suprimentos na Crimeia ocupada e no leste.

Autoridades de defesa e inteligência da Grã-Bretanha, que tem sido um dos aliados mais firmes da Ucrânia no Ocidente desde que a invasão russa começou em 24 de fevereiro, retrataram as forças russas como enfrentando dificuldades para manter a ofensiva.

A Ucrânia usou sistemas de mísseis de longo alcance fornecidos pelo Ocidente para danificar três pontes sobre o Dnipro nas últimas semanas, isolando a cidade de Kherson e, na avaliação de militares britânicos, deixando o 49º Exército da Rússia estacionado na margem oeste do rio em uma posição altamente vulnerável.

O comando do sul da Ucrânia disse que mais de 100 soldados russos foram mortos e sete tanques foram destruídos em combates na sexta-feira (29) nas regiões do sul de Kherson, Mykolaiv e Odessa.

O primeiro vice-chefe do conselho regional de Kherson, Yuri Sobolevsky, disse aos moradores para ficarem longe dos depósitos de munição russos.

“O exército ucraniano está jogando contra os russos e isso é apenas o começo”, escreveu Sobolevsky no aplicativo Telegram.

O governador pró-ucraniano da região de Kherson, Dmytro Butriy, disse que o distrito de Berislav foi atingido com intensidade. Berislav fica do outro lado do rio a noroeste da usina hidrelétrica de Kakhovka.

“Em algumas aldeias, nenhuma casa foi deixada intacta, toda a infraestrutura foi destruída, as pessoas estão vivendo em porões”, escreveu Butriy no Telegram.

*Informações do site CNN Brasil

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Related Posts