Siga nossas redes

Televisão

TNT Sports desiste de continuar transmitindo o campeonato brasileiro 2022

Published

on

A TNT Sports, projeto esportivo da WarnerMedia, comunicou ao mercado nesta terça-feira (28/09/2021) que deixará de transmitir jogos do Campeonato Brasileiro em 2022. O contrato iria até 2024, mas uma cláusula negociada em 2020 permitia que o acordo fosse rescindido ao fim desta temporada. Com isso, clubes como Palmeiras e Santos ficam sem contrato na TV paga e podem usar a nova Lei do Mandante para negociar seus jogos.

Na nota, a empresa afirmou que o modelo de venda do Brasileirão deixou de ser interessante porque não permite jogos exclusivos. A venda pulverizada para outras mídias, como empresas do Grupo Globo, limita o desempenho financeiro e de audiência do Brasileirão no TNT Sports.

Segundo apurou o Notícias da TV, a negociação pela saída da WarnerMedia já ocorria desde 2020 e era esperada pelos clubes. No ano passado, a empresa quis sair das transmissões nacionais porque entendia que os clubes com quem tinha contrato para o Brasileirão não estavam cumprindo cláusulas contratuais. A relação sempre foi difícil desde 2019.

A ideia inicial da Turner era sair do Brasileirão ao fim da temporada do ano passado, mas os clubes pediram para que a programadora ficasse mais um ano, para dar tempo de sondar o mercado e melhorar a situação dos direitos.

Para evitar um problema jurídico, a WarnerMedia abriu mão de processar os clubes naquela ocasião por quebra de contrato, e as agremiações também deixaram de requerer a multa prevista em contrato para ter os direitos de transmissão de seus jogos a partir de 2022 e vendê-los coletivamente para outro grupo que se interesse.

Na época, o acordo foi costurado pela empresa Livemode, de Edgar Diniz, que foi o fundador do Esporte Interativo e representou quase todos os clubes, com exceção do Internacional. O clube gaúcho cumpriu o acordo que tinha até o fim da temporada 2020.

Caso saísse antes de 2022, a WarnerMedia poderia ter que pagar R$ 300 milhões de multa para cada um dos times (Palmeiras, Santos, Athletico Paranaense, Juventude, Bahia, Ceará e Fortaleza). Agora, esses times podem usar a nova Lei do Mandante, sancionada recentemente por Jair Bolsonaro (sem partido) para vender seus jogos a partir de 2022 já com a legislação vigente –o clube com mando de campo tem direito às partidas do Brasileirão.

Veja a nota completa da TNT Sports:

“A Turner International Latin America, Inc. – Grupo WarnerMedia, empresa líder em meios de comunicação, notícias e entretenimento, informa que não exercerá o direito de transmitir o Campeonato Brasileiro da Série A, sob a marca TNT Sports a partir de 2022. A decisão não afetará a edição atual do torneio, que será exibida com a mesma qualidade de sempre na PayTV pela TNT e nas plataformas digitais Estádio TNT Sports e HBO Max, até 5 de dezembro de 2021.

A decisão, amparada pela cláusula de saída prevista em contrato, foi tomada porque a oferta de transmissão fragmentada do Campeonato Brasileiro de Futebol não permite à companhia proporcionar uma experiência integral aos seus assinantes. Com venda pulverizada para a TV aberta e outras plataformas, além de outros fatores limitantes como falta de jogos exclusivos e os blackouts, o modelo atual não é sustentável para a companhia.

A WarnerMedia Latin America reforça seu comprometimento com o conteúdo local e continua acreditando no esporte como uma excepcional plataforma para gerar conexões emocionais com a audiência. Neste sentido, seguirá trabalhando para adquirir direitos de transmissão que atendam nossa estratégia de priorizar investimentos em conteúdos mais completos e que proporcionem a melhor experiência aos usuários, sob o slogan da TNT Sports, Paixão sem Limites.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As mais lidas