Siga nossas redes

Bahia

Saiba Quanto Levou Os Seis Deputados Baianos Que Votaram Pelo Voto Impresso

Published

on

Quatro dos seis deputados baianos que votaram pelo aumento do fundão eleitoral de R$ 2 bilhões para R$ 5,7 bilhões e a favor da chamada PEC (Proposta de Emenda à Constituição) do voto impresso embolsarão, juntos, R$ 43,2 milhões em emendas destinadas pelo governo Jair Bolsonaro (sem partido).

 

A cifra consta de um levantamento feito pelo Metro1 com base em informações disponíveis no Portal da Transparência da gestão federal. Os dados se referem a valores de emendas individuais para pagamento em 2021.

 

De acordo com os números compilados pela reportagem, Márcio Marinho (Republicanos) é quem soma o maior volume de emendas empenhadas: R$ 11.869,986.00 no total.

 

Na sequência, aparecem Igor Kannário (DEM), com R$ 11.711,666,00; Cacá Leão (PP), com R$ 9.729,102.00; e Claudio Cajado (PP), com R$ 8.942,69,00.

 

Embora também tenham votado pela aprovação das duas matérias, Tia Eron (Republicanos) e Tito (Avante) não figuram na lista.

 

Reportagem publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo mostra que o governo Bolsonaro liberou R$ 1,03 bilhão em emendas individuais a parlamentares em 2 de agosto de 2021, às vésperas de a comissão especial da Câmara analisar PEC sobre o voto impresso. Oito dias depois, a proposta foi rejeitada pela comissão e também pelo plenário.

1 Comment

1 Comment

  1. Flavio

    24 de agosto de 2021 at 11:58

    Esses vagabundos gostam é de dinheiro. Nunca nos representou. Igor Kannario ano que vem você nos paga!!!

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas