Rússia determina que seus militares deixem algumas áreas da cidade ucraniana de Kherson

Repórteres militares russos na parte norte da região de Kherson disseram nesta quarta (09/11/2022) que houve uma retirada em algumas áreas após o que foi descrito como “ataques inimigos maciços”.

Um importante canal russo de Telegram informou que “houve uma retirada para apoiar posições”, perto da cidade de Snihurivka, que fica na região vizinha de Mykolaiv.

“Uma ponte também foi explodida por nossas forças nesta área hoje”, segundo o canal RVVoenkor, que tem mais de 1 milhão de assinantes.

“Fontes ucranianas publicaram uma foto com o hasteamento de sua bandeira na estação ferroviária de Snihurivka. O assentamento está sob seu controle”, disse.

O canal também disse que os ucranianos entraram na aldeia vizinha de Kalynivske e que “a linha de frente está se movendo constantemente em direção a Kherson”.

Separadamente, outro repórter militar russo, Alexander Kots, disse no Telegram: “Esta manhã, depois de ver que as bandeiras russas haviam desaparecido dos prédios administrativos em Kherson e receber várias recomendações urgentes para atravessar para a margem leste, decidimos levar mais duas bandeiras conosco para a balsa. Para que aqueles que zombassem de nossos símbolos de estado não as pegassem”.

“Uma foi tirada do mastro da Câmara Municipal… Vou manter a bandeira do estado até voltarmos. Para poder pendurá-la novamente”, acrescentou Kots.

O que a Ucrânia disse anteriormente: Serhii Khlan, membro do Conselho Regional Ucraniano de Kherson, disse que as forças russas pareciam estar realizando uma retirada tática de algumas aldeias da linha de frente e explodindo pontes.

“Os ocupantes explodiram não apenas as pontes Dariivskyi e Tiahynskyi, eles também explodiram a ponte na saída de Snihurivka em direção a Kherson, do outro lado do canal”, disse Khlan durante uma entrevista coletiva. “Eles explodiram a ponte em Novokairy, explodiram a ponte em Mylove.”

“Os ocupantes agora estão explodindo absolutamente todas as pontes” na região ocupada de Kherson, a oeste do rio Dnipro, disse ele.

Imagens e relatórios de propagandistas russos e analistas militares no Telegram parecem corroborar essas alegações.

Em Snihurivka, Khlan disse: “Pelo que entendi, os ocupantes estão reforçando [fortificações] para garantir a retirada de suas unidades da linha de frente. Podemos dizer que sob o ataque de nossas Forças Armadas, os ocupantes estão se preparando e fazendo todo o possível para que pareça uma retirada planejada da linha de frente, em vez de um fracasso absoluto da frente ”, disse ele.

*Informações do site CNN Brasil

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

TikTok (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts