Rússia assina acordo com a Coréia do Norte para fornecimento de armamentos a serem usados na invasão da Ucrânia

A Rússia desta vez resolveu ir além do normal na visita que está sendo feita à Coréia do Norte em comemoração aos 70 anos do teórico do fim da guerra entre as Coréias, onde os norte-coreanos chamam do “Dia da Vitória”, e receberam junto com os russos a visita de uma delegação chinesa.

As visitas das figuras de alto escalão da Rússia, através do ministro russo da defesa, General Sergei Shoigu, teve nesta quinta (27/07/2023) um desfecho, após o representante russo anunciar que a ditadura norte-coreana ajudará o Kremlin em armamentos para serem usados na invasão da Ucrânia.

As partes não deram detalhes de quais tipos de armamentos seriam, mas esse pedido oficial, que com certeza será atendido, seria apenas uma oficialização de que a ditadura de Kim Jong-Un fornece aos russos armamentos para usarem na guerra russo-ucraniana, já que desde setembro de 2022 fontes da inteligência norte-americano havia afirmado que a Coréia do Norte estava fornecendo armamentos para a Rússia, dentre eles foguetes e mísseis.

 

Confiram a fala de Sergei Shoigu:

“Não é pq somos assim tão pobres ao ponto de precisarmos pedir ajuda à Coreia do Norte, mas até a nossa indústria da defesa ganhar impulso, precisamos dessa ajuda. (…) Mas também não há nada de vergonhoso em pedir ajuda p/a Coreia do Norte”.

*Com informações do Hoje no Mundo Militar

Contato da redação ou setor comercial:

Envie E-mail para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

TikTok (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts