Siga nossas redes

Mundo

Rússia ameaça que caso Finlândia e Suécia tentarem entrar para a Otan haverá retaliações militares

Published

on

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Rússia, Maria Zakharova, sinalizou ontem, sexta-feira (25/02/2022), uma eventual retaliação contra Finlândia e Suécia se eles passarem a integrar a Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte). O grupo militar internacional está no centro dos conflitos entre Ucrânia e o governo do presidente Vladimir Putin.

“Todos os estados membros da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa [OSCE] em sua capacidade nacional, incluindo Finlândia e Suécia, reafirmaram o princípio de que a segurança de um país não pode ser construída à custa da segurança de outros”, disse ela no mesmo dia em que representantes dos dois países europeus se reuniram com o conselho da Aliança Atlântica.

“A adesão à Otan provocaria graves retaliações militares e políticas”, afirmou Zakharova.

Se Ucrânia, Finlândia e Suécia se juntarem à Otan, a Rússia teme que as forças dos países-membros da aliança ocupem suas fronteiras. A OSCE é a maior organização regional de segurança do mundo, abrangendo todos os Estados europeus, a Federação Russa, os países da Ásia Central, a Mongólia, os EUA e o Canadá, totalizando 57 membros.

A manifestação do governo russo sobre a possível entrada de Finlândia e Suécia na Otan ocorre depois de o secretário-geral da aliança, Jens Stoltenberg, convidar esses dois países para participarem de uma cúpula virtual sobre a situação dentro e ao redor da Ucrânia.

*Informações do site UOL Notícias

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas