Repórter da RecordTV Itapoan relata agressões durante ao vivo: “Levei um soco”

A repórter Tarsilla  Alvarindo, da Record TV Itapoan, contou detalhes sobre a agressão que ela e sua equipe sofreram enquanto noticiava ao vivo sobre a morte de um motociclista, na manhã desta segunda-feira (16), no viaduto da avenida Orlando Gomes. Ela levou um soco no rosto.

A jornalista disse que um familiar da vítima pediu para que os profissionais da imprensa se afastassem do local e não noticiassem o ocorrido. Tarsilla afirmou que ouviu a pessoa e deixou o local do ocorrido, indo a outro ponto da avenida para noticiar o fato sem revelar a identidade do motociclista.

Assista ao desabafo da jornalista:

 

 

“Inicialmente, um familiar me pediu para que a gente não filmasse, não registrasse o acidente. Eu respeitei aquele momento, conversei com ele, disse que a gente não mostraria de perto. Entramos de longe, noticiei que uma pessoa veio a óbito. Não dei nome, não mostrei o rosto de ninguém”, iniciou a repórter que, apesar do cuidado que teve, foi vítima das agressões.

“Quando já tinha terminado, já estava indo embora, dois homens abordaram a nossa equipe. Um deles me deu um soco no rosto, estou sentindo aqui”, relatou Tarsilla em um vídeo postado nas redes sociais logo após o acidente”, completou.

A Polícia Civil informou que, após o caso, a equipe da RecordTV registrou ocorrência na 12ª Delegacia Territorial de Itapuã.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts