PSOL e Rede entram com pedido de impeachment contra Augusto Aras

Antônio Augusto Brandão de Aras, indicado para o cargo de procurador-geral da República, durante sabatina na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado

As bancadas do Psol e da Rede apresentaram nesta quinta-feira (4), no Senado, um pedido de impeachment do procurador-geral da República, Augusto Aras, alegando indícios de cumplicidade com o presidente Jair Bolsonaro (PL). O pedido acusa Aras de “blindar” Bolsonaro de investigações.

De acordo com o texto da denúncia, Aras foi escolhido para “blindar as ilegalidade e inconstitucionalidades” praticadas pelo presidente e demonstrou isso ao longo de sua atuação na Procuradoria Geral da República (PGR). Com isso, Augusto Aras teria garantido sustentação para o governo, mesmo diante de vários crimes.

“Aras usa seu cargo na PGR para blindar Bolsonaro”, disse a líder do PSol na Câmara, Sâmia Bomfim (SP).

 

“São inúmeros crimes que não são sequer encaminhados para análise. Está claro que ele é um dos maiores responsáveis pela impunidade desse governo”, enfatizou.

O pedido de impeachment aponta episódios nos quais o procurador-geral agiu a favor do presidente e seus aliados, seja na sua defesa ou para constranger adversários, incluindo jornalistas.

Um capítulo da denúncia trata somente do arquivamento das acusações dos crimes contra a saúde pública durante a pandemia do coronavírus, denunciados pela CPI da Covid-19 no Senado.

Além de Sâmia Bomfim, assinam o documento Áurea Carolina (MG), Fernanda Melchionna (RS), Glauber Braga (RJ), Ivan Valente (SP), Luiza Erundina (SP), Talíria Petrone (RJ), Vivi Reis (PA), o presidente do PSOL, Juliano Medeiros, e parlamentares da Rede: a deputada Joênia Wapichana (RR), o deputado Túlio Gadêlha (PE) e o senador Randolfe Rodrigues (AP).

O destino do pedido de impeachment depende agora do presidente da Casa, Rodrigo Pacheco (PSD-MG), que pode dar prosseguimento, arquivar ou deixar na gaveta.

 

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
7
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Related Posts