Primeira embarcação com grãos ucranianos deixa porto de Odessa a caminho do Líbano

A primeira embarcação com grãos ucranianos deixou o porto da cidade de Odessa, no leste do país, na manhã desta segunda-feira (01/08/2022). Segundo informado pelo governo turco, responsável pelo monitoramento das cargas, o navio tem como destino o porto de Trípoli, no Líbano, onde descarregará cerca de 26 toneladas de milho.

“É um dia de alívio para o mundo, em particular para os nossos amigos do Médio Oriente, da Ásia e de África, agora que os primeiros cereais ucranianos saíram de Odessa, após meses de bloqueio russo. A Ucrânia sempre foi um parceiro fiável e vai continuar assim se a Rússia respeitar a sua parte do acordo”, disse o ministro dos Negócios Estrangeiros da Ucrânia, Dmytro Kouleba.

A previsão é que outros navios zarpem dos portos ucranianos ainda nesta semana e naveguem pelo Mar Negro, como previsto pelo acordo assinado entre os governos russo e ucraniano. No total, poderão ser enviadas 22 milhões de toneladas de grãos para países compradores, além de outros produtos agrícolas, nos próximos nove meses.

O principal objetivo do acordo entre os países, que permanecem em guerra, é voltar aos níveis de exportação de antes do conflito. A retomada é vista como fundamental pela comunidade internacional, uma vez que ambos os países respondem por uma parcela importante do envio global de grãos e insumos agrícolas.

“O secretário-geral, António Guterres, espera que este seja o primeiro de muitos navios comerciais, em conformidade com o acordo assinado e que vai trazer estabilidade e ajuda indispensáveis à segurança alimentar mundial, em particular nos contextos humanitários mais frágeis”, disse a Organização das Nações Unidas (ONU), em comunicado.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
12
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Related Posts