Pai da médica Mayra Pinheiro, ‘capitã cloroquina’, morre por complicações da Covid

Morreu, nesta última terça-feira (5), aos 77 anos, o servidor aposentado da prefeitura de Fortaleza Fracisco Cesar Pinheiro, pai da secretária de Gestão do Trabalho do Ministério da Saúde, Mayra Pinheiro, conhecida como Capitã Cloroquina. César Pinheiro estava internado há cinco meses em um hospital particular de Fortaleza depois de contrair covid-19.

O servidor aposentado tinha câncer de próstata e asma. Em maio, quando depôs na CPI da Covid, Mayra disse aos senadores que o pai dela tinha se tratado com hidroxicloroquina, ivermectina e azitromicina, o kit covid defendido por ela para tratamento da doença e que comprovadamente não tem eficácia.

“Meu pai, que ficou muito grave, ainda permanece internado na UTI. Meu pai tinha uma doença de base, um câncer de próstata, eu tive a doença, vários membros da minha família tiveram, e aqueles que se submeteram ao ‘tratamento precoce’ graças a Deus todos evoluíram. Meu pai, a despeito do internamento na UTI, permanece vivo e nos próximos dias deverá voltar pra casa”, disse à época.

O falecimento de Francisco Cesar Pinheiro foi confirmado por Mayra pelas redes sociais. ” Que o Senhor Deus nos fortaleça nesse momento de despedida”, lamentou.

Comments (0)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *