Nicolás Maduro desiste de comparecer à posse de Lula: Saiba porque

O ditador venezuelano, Nicolás Maduro, desistiu de viajar neste domingo (01/01/2023) ao Brasil, para a posse de Lula, porque a empresa responsável pelo abastecimento do avião avaliou que haveria um risco grande de não conseguir reabastecer o tanque de combustível para voltar a Caracas, em virtude da sanção imposta pelos Estados Unidos a empresas americanas para se relacionar com venezuelanas.

A equipe de transição de Lula tentou contornar o problema, mas não conseguiu assegurar a tempo que haveria combustível disponível para abastecer o avião de Maduro. Assim, a Venezuela decidiu que o presidente da Assembleia Nacional, Jorge Rodrigues, será o chefe da delegação da Venezuela na posse. Rodrigues já está a caminho do Brasil.

A liberação da entrada de Maduro no Brasil foi autorizada por Jair Bolsonaro após a revogação, na sexta-feira (30/12/2022) da portaria de 2019 que proibia a entrada de Maduro e de auxiliares. Foi publicado no Diário Oficial da União um ato com a decisão, pelos ministérios da Justiça e de Relações Exteriores.

 

Maduro é procurado

O departamento de combate às drogas do governo dos Estados Unidos, colocou o ditador venezuelano Nicolás Maduro na lista de procurados, sob acusação de narcoterrorismo e lavagem de dinheiro, oferecendo recompensa de US$15 milhões para quem ajude a capturá-lo e US$10 milhões pela prisão de 13 integrantes da cúpula da ditadura.

*Informações dos sites Metrópoles e Diário do Poder

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

TikTok (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts