Siga nossas redes

Mundo

Mais de um milhão de pessoas deixaram a Ucrânia desde o início da invasão russa

Published

on

Mais de um milhão de pessoas já deixaram a Ucrânia após o início da guerra contra a Rússia, que começou há sete dias. Os dados são da Organização das Nações Unidas (ONU), que estima que outras quatro milhões devem deixar o país nas próximas semanas e meses se o conflito continuar.

O país que mais recebeu refugiados ucranianos até o momento foi a Polônia, com mais de 505 mil, cerca de 54% do total. Na sequência aparecem Hungria, com mais de 116 mil, e Rússia, com mais de 96 mil. Escolheram o território russo os cidadãos ucranianos que viviam nas regiões separatistas de Donetsk e Luhansk.

De acordo com cálculos feitos pela ONU e parceiros humanitários, um fundo emergencial no valor de 1,7 bilhão de dólares (aproximadamente R$ 8,7 bilhões na cotação atual) é o valor necessário para fornecer ajuda aos refugiados da Ucrânia. Além dos quatro milhões que podem ir para países vizinhos, outros 12 milhões podem precisar de auxílio dentro do país.

Entre as ações previstas na Ucrânia estão: assistência financeira emergencial às pessoas mais vulneráveis, distribuição de alimentos e água, cuidados de saúde, serviços de educação, abrigos de emergência e reconstrução de casas danificadas. Já nos países vizinhos, o plano é apoiar as autoridades para que todos centros de recepção sejam mantidos, com atenção à prevenção da violência de gênero.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas