Lula critica taxa básica de juros em ato com sindicalistas em evento ao Dia do Trabalho

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), em discurso no evento com sindicatos em referência ao Dia do Trabalho, em São Paulo, nesta segunda-feira (01/05/2023), voltou a criticar publicamente a taxa básica de juros e culpou a Selic pelo desemprego no País. O petista ainda exaltou os trabalhadores, relembrou o discurso de domingo (30/04/2023) em rede nacional, em que anunciou aumento do salário mínimo e a progressão da faixa de isenção do imposto de renda.

Segundo o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, a alta taxa de juros, hoje em 13,75%, existe para frear a alta inflação. No entanto, a taxa arrefece a economia, diminuindo a oferta de emprego e aumento de renda. Esta taxa, segundo Lula, tem parte pela falta de crescimento do Brasil.

“A gente não poder viver mais em um país aonde a taxa de juros não controla a inflação, ela controla, na verdade, o desemprego nesse país porque ela é responsável por uma parte da situação que nós vivemos hoje”, afirmou. “Daqui pra frente, o trabalhador receberá, além da inflação, a média do crescimento do PIB”, falou Lula.

Lula disse que quando o salário mínimo aumenta, o comércio de rua tem crescimento, e, assim, a indústria tem mais demanda, o que gera mais emprego, fortalecendo a “roda gigante da economia” e “todo mundo começa a ganhar, até os ricos criam com o aumento do salário mínimo”, afirmou.

O presidente aproveitou a data para alfinetar o seu antecessor. Falou que o Brasil pode voltar a ser alegre, em referência ao país antes do governo Bolsonaro. “Nosso povo não vai permanecer vítima do ódio”, disse.

 

Isenção de Participação de Lucros e Resultados (PLR)

O presidente também afirmou no discurso que os trabalhadores podem ter Participação de Lucros e Resultados (PLR), dizendo que o governo teme estudado a medida já para o próximo ano. “Se o patrão não paga imposto de renda sobre o lucro, se o patrão não paga imposto de renda sobre dividendo que ele recebe, por que que os trabalhadores tem que pagar imposto no PLR?”, disse.

 

Paridade salarial entre homens e mulheres

Durante o discurso, o presidente também afirmou que o governo enviou um projeto de lei para garantir “de verdade, sem vírgula e sem ponto”, que as mulheres devem ganhar o mesmo que os homens, caso façam o mesmo trabalho.

 

Combate às fake news

Em meio ao debate sobre o PL das Fake News, Lula convidou “todo mundo virar soldado contra fake news”, porque, segundo o presidente, não se pode permitir o que é mentira.

“Cada companheiro que tem um celular precisa ficar esperto, não pode mandar mensagem mentirosa, não pode passar para frente aquilo que você sabe que pode prejudicar a pessoa”, disse.

 

8 de janeiro

Lula disse que eles (em referência ao governo Bolsonaro) tentaram dar um golpe em janeiro e falou que todas as pessoas envolvidas serão presas porque o Brasil “quer a democracia de verdade”.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie E-mail para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

TikTok (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts