Lula chama de armação de Moro o plano de ataque de criminosos descoberto pela PF

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) afirmou que o plano de ataque de uma facção criminosa descoberto pela Polícia Federal, que tinha entre os alvos o senador Sergio Moro (União-PR), foi uma “armação” do ex-juiz. “É visível que é uma armação do Moro”, declarou Lula em viagem ao Rio de Janeiro, nesta quinta-feira (23/03/2023).

“Eu não vou falar porque eu acho que é mais uma armação do Moro. Mas eu quero ser cauteloso, eu vou descobrir o que aconteceu. É visível que é  uma armação do Moro”, declarou Lula.

O presidente ainda disse que não fará comentários enquanto não tiver certeza, mas voltou a dizer se tratar de uma ação premeditada. “Não vou ficar atacando ninguém sem ter provas, mas acho que foi armação. Se for mais uma armação, ele vai ficar mais desmascarado ainda”, disse.

As declarações do chefe do Executivo vieram um dia após operação da Polícia Federal que prendeu pessoas ligadas a uma facção criminosa que planejavam ações contra autoridades e servidores públicos. Entre as pessoas indicadas como alvo está Sergio Moro, ex-ministro da Segurança Pública no governo Bolsonaro e ex-juiz da operação Lava Jato.

O ministro da Segurança Pública, Flávio Dino, diz que a ação estava prevista há 45 dias. Dino também classificou como “mau-caratismo” a intenção em aproximar Lula aos ataques previstos contra autoridades.

Confiram o momento da fala de Lula:

Contato da redação ou setor comercial:

Envie E-mail para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

TikTok (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts