Investigador-chefe da Polícia Civil, Paulo Portela morre aos 68 anos em Salvador

Segundo informações do jornal A Tarde, o investigador-chefe da Polícia Civil, Paulo Portela, morreu aos 68 anos, na noite desta sexta-feira, 02 de Setembro, em Salvador. A informação foi confirmada por um dos filhos do investigador.

Portela estava internado em estado grave, devido a complicações renais, no Hospital Santa Izabel. Apesar da situação de saúde delicada, ele ainda chegou a deixar a Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Até o momento, ainda não houve mais informações acerca do horário do velório.

Portela iniciou a carreira na Polícia Civil da Bahia em 1978, na Delegacia de Jogos e Costumes no Terreiro de Jesus, e da Misericórdia. Em mais de 40 anos, ele resolveu casos criminais e viveu investigações como a do mafioso Tommaso Buscceta, um dos mais importantes membros da Cosa Nostra, a máfia italiana.

Ele também foi agente da 1ª Delegacia, no Complexo dos Barris, com o delegado Osmam Bagdé. Mas foi na 7º Delegacia Territorial (DT), no Rio Vermelho, que ele atuou como chefe de investigação por mais de 20 anos. Portela chegou a receber a Medalha Thomé de Souza, na Câmara de Vereadores de Salvador,  uma honraria concedida a pessoas ou instituições com ações em prol do crescimento e desenvolvimento da cidade.

Atualmente, ele estava na Delegacia de Repressão a Furto e Roubo de Veículos. Paulo Portela atuou por mais de 40 anos na Polícia Civil da Bahia.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

TikTok (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts