Siga nossas redes

Brasil

Investigação da Polícia Federal aponta que executores de Phillips e Bruno Pereira agiram sozinhos

Published

on

A investigações da Polícia Federal sobre o assassinato de Bruno Pereira e Dom Phillips, no Amazonas, apontam que os executores teriam “agido sozinhos, não havendo mandante”, nem relação do crime com narcotraficantes ou outra organização criminosa.

Em nota divulgada nesta sexta-feira (17/06/2022), a PF informa “que as investigações prosseguem e há indicativos da participação de mais pessoas na prática criminosa”. “Com o avanço das diligências, novas prisões poderão.”

Na nota, a PF afirma que “as investigações também apontam que os executores agiram sozinhos, não havendo mandante nem organização criminosa por trás do delito”.

As buscas e apurações continuam na região de Atalaia do Norte, no extremo oeste do Amazonas, numa das entradas da Terra Indígena Vale do Javari. A embarcação que era usada por Bruno e Phillips ainda não foi retirada do fundo do rio e ainda se busca por mais criminosos e pistas que confirmem ou confronte com a versão contada pelos dois pescadores presos, os irmãos Amarildo Oliveira, conhecido como Pelado, e Oseney Oliveira, o Dos Santos.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas