Inundação após destruição da barragem de Kakhovka deixa 16 mil ucranianos sem casa

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Antonio Guterres, disse, nesta última terça-feira (06/06/2023), que cerca de 16 mil pessoas perderam suas casas após inundação causada pelos ataques contra a barragem de Kakhovka. Guterres reitera ainda que a água potável está em risco para “muitos milhares mais”.

Autoridades disseram que aproximadamente 22 mil pessoas vivem em áreas sob risco de inundação em região controlada pela Rússia no lado leste do rio. Enquanto isso, a Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea) está trabalhando em um plano para garantir a segurança da usina nuclear de Zaporizhzhia, na Ucrânia.

O Secretário-Geral da ONU classificou os ataques como “monumental catástrofe humanitária, econômica e ecológica”.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie E-mail para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

TikTok (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts