Fluminense vence o Al Ahly, avança para a Final, e aguarda adversário

O Fluminense venceu nesta segunda-feira (18/12/2023) o Al Ahly, do Egito, por 2 a 0, com gols de Jhon Arias e John Kennedy, no estádio King Abdullah, em Jeddah, na Arábia Saudita, e avançou à grande final do Mundial de Clubes. O outro finalista sai da partida entre Manchester City, da Inglaterra, e Urawa Reds, do Japão.

O campeão da Europa enfrenta o campeão da Ásia nesta terça-feira (19/12), às 15h00 (horário de Brasília), no mesmo estádio do jogo de hoje, o King Abdullah, em Jeddah, na Arábia Saudita. A final acontece na sexta-feira (22/12), também neste estádio, às 15h00 (horário de Brasília). Mais cedo, às 11h30 (horário de Brasília), Al Ahly (EGI) enfrenta quem perder a outra semifinal, na disputa de terceiro e quarto.

Campeão da Libertadores de maneira inédita, o Fluminense fará sua primeira final de Mundial de Clubes da história. De qualquer maneira, a competição terá um novo campeão, já que nem o favorito City e nem o Urawa Reds conquistaram o mundo.

Como foi o jogo 

O primeiro tempo foi muito movimentado e aberto, com chances claras para ambos os lados. O Al Ahly não mediu esforços e arriscou 13 finalizações, mas apenas uma na direção de Fábio. Essa, inclusive, foi uma cabeçada de Kahraba cara a cara com o paredão do Tricolor, melhor para o goleiro. Quando o Flu se lançava ao ataque, a equipe egípcia fazia rápida transição, que levou perigo.

Porém, o Fluminense, com 62% de posse de bola, também criou oportunidades. Jhon Arias acertou a trave adversária duas vezes, em dois ótimos chutes. Keno tentou jogadas pelo lado, só que, assim como todo o time, encontrou um Al Ahly bem fechado.

Já na segunda etapa, o Fluminense dominou as ações por pelo menos 20 minutos e chegou a ter quase 70% da posse da bola. A reação rápida dos egípcios continuou assustando. O domínio, enfim, se traduziu numa chance clara aos 23 minutos.

Com toda sua genialidade, Marcelo dominou a bola pelo lado esquerdo de ataque, invadiu a área com uma caneta no adversário e foi impedido de prosseguir com falta, portanto pênalti. Jhon Arias cobrou com perfeição no canto direito do goleiro El Shenawy e fez 1 a 0.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie E-mail para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

TikTok (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaodnoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts