Flávio Dino pede abertura de inquérito na PF para investigar assassinatos de Marielle Franco e motorista

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Flávio Dino, anunciou, nesta quarta-feira (22), que determinou a abertura de um inquérito na Polícia Federal (PF) para apurar o assassinato da vereadora Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes. O crime aconteceu em 2018, no Rio de Janeiro, e ainda segue sem solução.

“A fim de ampliar a colaboração federal com as investigações sobre a organização criminosa que perpetrou os homicídios de Marielle e Anderson, determinei a instauração de inquérito na Polícia Federal. Estamos fazendo o máximo para ajudar a esclarecer tais crimes”, disse o ministro em seu perfil no Twitter.

De acordo com a portaria divulgada por Dino, o responsável por conduzir o inquérito na PF será o delegado Guilhermo Catramby. Ainda segundo o ministro, um acordo entre a Polícia Federal e o Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) foi costurado para que haja cooperação entre os órgãos na investigação.

Os esforços para solucionar o crime foram promessas feitas por Dino ao assumir o ministério. Em seu discurso de posse, ele disse ser uma “questão de honra do Estado brasileiro”.

No começo do mês, o chefe da pasta criou uma força-tarefa para investigar o caso. Faziam parte dela investigadores da Polícia Civil do Rio, promotores do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MPRJ e integrantes da PF.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts