EUA enviam alerta de segurança para que seus cidadãos deixem a Rússia “Imediatamente”

A Embaixada dos Estados Unidos em Moscou emitiu na terça-feira (27/09/2022) um alerta de segurança para que todos os cidadãos norte-americanos na Rússia deixem o país “imediatamente”. O comunicado é publicado uma semana depois do presidente russo, Vladimir Putin, anunciar a mobilização de 300 mil soldados reservistas para atuar na guerra na Ucrânia.

“Cidadãos dos EUA não devem viajar para a Rússia e aqueles que residem ou viajam na Rússia devem deixar a Rússia imediatamente enquanto as opções de viagens comerciais ainda são limitadas.”, afirma o governo no comunicado. Desde o anúncio da mobilização parcial, a busca de passagens para voos para fora do país aumentou. A chegada de russos em países vizinhos, como a Georgia e o Cazaquistão, dobrou.

Para evitar novas fugas, o governo russo informou, nesta quarta-feira (28/09/2022), que deixará de emitir passaportes aos convocados para o serviço militar. A restrição vale para a maioria dos países, exceto para algumas nações fronteiriças, como Bielorrússia e Cazaquistão, e para territórios mais próximos, como Armênia e Quirguistão, onde a entrada é permitida por documento.

De acordo com o governo dos Estados Unidos, cidadãos com dupla cidadania correm o risco de não ter a cidadania americana reconhecida pelas autoridades russas e de serem recrutados para o serviço militar. Eles também alertam para a dificuldade dos EUA de agirem diplomaticamente para garantir a saída de seus cidadãos no país. “A Embaixada dos EUA tem severas limitações em sua capacidade de ajudar os cidadãos dos EUA, e as condições, incluindo opções de transporte, podem de repente se tornar ainda mais limitadas.”

O governo finaliza o alerta lembrando que a liberdade de expressão não é garantida na Rússia e desaconselha qualquer participação em protestos políticos, informando que cidadãos norte-americanos foram presos por autoridades russas.

“Lembramos aos cidadãos dos EUA que o direito à reunião pacífica e à liberdade de expressão não são garantidos na Rússia. Evite todos os protestos políticos ou sociais e não fotografe o pessoal de segurança nesses eventos. As autoridades russas prenderam cidadãos americanos que participaram de manifestações.”

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

TikTok (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts