Siga nossas redes

saúde

Estudo da Pfizer indica que remédio experimental reduziu em quase 90% risco de internação

Published

on

A farmacêutica americana Pfizer anunciou que seu antiviral experimental contra a Covid-19, o Paxlovid (nirmatrelvir), reduziu em quase 90% a necessidade de internação de pacientes com alto risco de desenvolver casos graves da doença. Os resultados finais dos testes foram divulgados nesta terça-feira (14).

A Pfizer informou que está enviando os dados de forma contínua à Food and Drug Administration (FDA), espécie de Anvisa americana, para obter autorização de uso emergencial do comprimido.

Os resultados ainda não foram revisados por outros cientistas nem publicados em revista. Dados preliminares divulgados pela farmacêutica no início de novembro apresentaram índices similares.

Grupos de risco
Nas pessoas que tomaram o comprimido dentro de 3 dias após o início dos sintomas, o risco de internação pela doença foi reduzido em 89% em comparação com pacientes que não receberam. Nas que tomaram o comprimido em até 5 dias após o início dos sintomas, a redução do risco foi de 88% em relação às que não tomaram.

Nenhum paciente que recebeu o comprimido morreu de Covid-19; os participantes também não haviam sido vacinados. Todos tinham alto risco de desenvolver Covid grave.

Grupos de risco padrão
A farmacêutica também está fazendo, em separado, um estudo sobre a eficácia do medicamento em pessoas que não são dos grupos de risco para Covid grave. A análise provisória dos dados aponta uma redução de 70% na necessidade de hospitalização de pacientes que tomam o remédio em relação aos que não tomam

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As mais lidas