Em resposta, Haddad nega proposta de moeda única com Argentina

O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, negou nesta quinta-feira (5) que o novo governo esteja pensando em negociar a adoção de uma moeda única com a Argentina. Ao ser indagado sobre o tema durante a posse da ministra do Planejamento, Simone Tebet, o titular da Fazenda chegou a se irritar. “Não existe moeda única, não existe essa proposta. Vai se informar primeiro”, disse.

O tema não partiu do governo brasileiro, mas do embaixador da Argentina no Brasil, Daniel Scioli, durante visita a Haddad. A medida foi questionada, entre outros, pelo ex-vice-presidente Hamilton Mourão (Republicanos), um dos postulantes a liderar a oposição durante o terceiro governo de Lula.Fernando Haddad já defendeu essa proposta no passado, assim como Lula e o ex-ministro Paulo Guedes, do governo passado.

Segundo o embaixador do país vizinho, a moeda única entre Brasil e Argentina não representaria o fim das moedas locais, como o real. Na zona do euro, os países da União Europeia adotam apenas a moeda comum. “Não significa que cada país não tem sua moeda, significa uma unidade para integração e aumento do intercâmbio comercial em todo este bloco regional”, afirmou Scioli

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts