Datena e Band são condenados a pagar R$ 25 mil após informações falsas

A Rede Bandeirantes e o apresentador José Luiz Datena foram condenados pela Justiça de São Paulo a pagar indenização de R$ 25 mil a um motorista que disse ter sido acusado injustamente de fugir após atropelar uma garota na zona leste da capital paulista.

Em maio de 2019, durante o programa “Brasil Urgente”, apresentado por Datena, foi noticiado que uma garota de 13 anos fora morta em um acidente na avenida Doutor Assis Ribeiro.

A reportagem afirmou que o motorista João Cypriano, que dirigia um Fiat Siena, estava em alta velocidade quando atropelou a adolescente e que deixou o local sem prestar socorro para a vítima.

As informações, de acordo com o que foi constatado pela Justiça, não eram verdadeiras.

“Cypriano não fugiu do local dos fatos após o acidente, presenciou todo o acontecimento, inclusive acionou o serviço de emergência para resgatar a vítima”, afirmou à Justiça o advogado Thiago Guedes da Silva, que o representa.

De acordo com a sentença, em vídeos anexados ao processo é possível verificar a presença do motorista no local do acidente, fato confirmado pelo inquérito policial. A perícia também não constatou que o motorista estava em alta velocidade.

Datena e a Band, que podem recorrer da decisão da Justiça, se defenderam no processo afirmando que apenas transmitiram o relato de testemunhas.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts