Cresce número de aposentadorias negadas no Brasil através do uso do robô do INSS: o que fazer para acelerar esses processos

Advogada Milla Magalhães e sócios da FlashPrev explicam que demoras são intencionais na área previdenciária e indicam caminhos para acelerar pedidos

 

A funcionária pública Sandra dos Santos, de 65 anos, obteve uma resposta breve após a sua solicitação para a aposentadoria. Em seis meses, recebeu o retorno. Mas mesmo com a rapidez, o resultado foi surpreendente: aposentadoria negada. No Brasil, a fila de recursos para rever pedidos indeferidos cresceu em 32% no último ano, segundo dados do próprio sistema.

 

A aposentada Vera Lúcia, de 68, também viu este sufoco de perto. Ela conta que esperou quase dez anos pela própria aposentadoria, já que não conseguia mais trabalhar devido a uma tendinite permanente e teve a aposentadoria por invalidez negada pelo INSS na primeira tentativa. “Fiquei preocupada, porque era uma coisa necessária, meu corpo pedia. Não conseguia fazer funções básicas do meu trabalho e quando foi negada, me desesperei, pois realmente não conseguia mais trabalhar”, exclama.

 

O mesmo problema tem sido ainda mais frequente desde maio de 2022, quando o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) deu início à utilização de um sistema de inteligência artificial para a avaliação de solicitações de benefícios, abrangendo aposentadorias, pensões e auxílios-doença. Com a falta de facilidade para lidar com ‘o robô’, muitas pessoas desistiram do processo. Assim, de acordo com dados da própria plataforma, ocorreu uma diminuição notável na lista de requerimentos para aposentadoria; a queda foi de 25%, declinando de um número superior a 460 mil indivíduos para aproximadamente 344 mil.

 

🟢 *Advogada especialista dá caminhos para acelerar pedidos:*

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que deveria simplificar esse acesso dos segurados aos seus direitos, encontra-se excessivamente burocrático e pouco intuitivo. Os canais como o telefone 135 e o portal MEU INSS frequentemente deixam os segurados desamparados.

 

Indignada ao ver os diversos problemas previdenciários, Milla Magalhães, representante da Flashprev (@flashprev), destaca que no âmbito previdenciário, as demoras frequentemente são propositais. Justamente por conta disso, Milla criou a FlashPrev, plataforma para tornar os encaminhamentos mais práticos e ágeis.

 

“Isso ocorre devido a uma lamentável prática no âmbito previdenciário, caracterizada por atrasos deliberados nos trâmites processuais. Esta tendência, infelizmente, denota uma abordagem mercantilista e destituída de empatia, contrariando os princípios fundamentais do sistema”, explica a especialista.

 

🟢 *Robôs atuais fazem análise superficial:*

Luan D’Alexandria, também especialista na área e sócio da FlashPrev, explica que, na prática, a automatização em larga escala das avaliações de requerimentos tem amplificado problemas preexistentes. Isso retira a dimensão “subjetiva” na análise dos pedidos, anteriormente conduzida por funcionários muitas vezes distantes e rígidos em suas avaliações devido a diretrizes internas da autarquia. Além disso, essa abordagem elimina por completo a capacidade de análises humanas sensíveis às nuances de cada caso, tornando-se estritamente ligada aos dados do banco do INSS.

 

“Isso pode resultar na negligência de situações que requerem comprovação, como o período de trabalho como professor, atividade rural ou atividade especial, o que pode acarretar graves desvantagens para o trabalhador-contribuinte”, alerta Milla Magalhães.

 

🟢 *Aceleração de procedimentos em nova plataforma gratuita:*

A especialista explica que a FlashPrev se baseia em princípios de proteção aos segurados, investindo em uma estrutura tecnológica robusta para torná-los tangíveis em grande escala. Para garantir acessibilidade e democratização dos direitos, a plataforma, que está em reformulação no momento, oferece diversos serviços gratuitos através de um programa de cálculos especializado, desenvolvido pela profissional, com atuação exclusiva na área há 10 anos.

 

“Visando agilidade, nossa plataforma notifica os advogados sobre protocolos abertos, possibilitando análises colaborativas rápidas. A transparência é mantida por contratos com honorários pré-definidos, assinados e disponíveis na plataforma para impressão, assegurando que os clientes estejam vinculados apenas aos termos estabelecidos, sem custos extras ou condições abusivas”, conta o advogado Luan.

 

Além disto, a FlashPrev não apenas concebeu um plano, mas também gerou uma demanda e um projeto já em andamento para expandir o exclusivo método FLASH, com seus princípios e estrutura, para outras áreas do direito que requerem maior foco em rapidez e agilidade. Talvez, com esta esperança, o futuro seja menos burocrático e errôneo para os próximos aposentados.

 

Nota do INSS:

Em nota, o INSS informou que “o processamento automático de benefícios está em constante evolução” e que disponibilizou um passo a passo para que o cidadão possa fazer o pedido de maneira correta.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts