Siga nossas redes

Brasil

Corpos de Dom e Bruno encontrados serão identificados em Brasília

Published

on

Em entrevista coletiva realizada na noite de quarta-feira (15/06/2022), o superintendente regional da Polícia Federal no Amazonas, Eduardo Alexandre Fontes, disse que os restos mortais estavam em uma área 3,1 KM mata a dentro.

Os irmãos Amarildo Oliveira, o Pelado, e Oseney Oliveira, o Dos Santos, confessaram participação no assassinato do indigenista Bruno Araújo da Cunha Pereira e do jornalista inglês Dominic Mark Phillips, conhecido por Dom Phillips. Em depoimento, eles apontaram um terceiro envolvido que teria sido autor dos disparos que mataram as vítimas.

Agora, os corpos remanescentes serão encaminhados para perícia e identificação nesta quinta-feira (16/06) no Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal, em Brasília.

“A partir de agora nós passamos nessa nova etapa à fase de identificação desses remanescentes humanos, que estão sendo coletados com a maior dignidade, visando preservar a cadeia de custódia de provas, super importante. Esses remanescentes humanos serão encaminhados amanhã para o nosso Instituto Nacional de Criminalística da Polícia Federal em Brasília, onde será realizada essa identificação”, afirmou.

Dom Phillips e Bruno Araújo Pereira desapareceram em 5 de junho. A dupla foi vista pela última vez durante o trajeto fluvial entre a comunidade ribeirinha São Rafael e o centro do município de Atalaia do Norte.

A última comunicação foi quando eles saíram de barco da comunidade. Desde então, foram onze dias de buscas, em um grupo que inclui Exército, Marinha, Corpo de Bombeiro, além das polícias Civil e Federal.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.

As mais lidas