Caso Klara Castanho: Matheus Baldi, Antonia Fontenelle e Leo Dias são citados no Fantástico por expor o caso

O Fantástico (TV Globo) deste domingo (26/06/2022) repercutiu o caso que chamou atenção do Brasil neste fim de semana. A violência sofrida pela atriz Klara Castanho, que revelou ter sido estuprada, depois engravidou e entregou o bebê para adoção direta seguindo os meios legais. A exposição da vítima com o vazamento da história por jornalistas foi o tema central da reportagem, que também mostrou como essas pessoas podem responder criminalmente.

Tudo começou com uma publicação do colunista de celebridades, Matheus Baldi – atual integrante do Fofocalizando (SBT) e apresentador do Link Podcast (Grupo Record) – que no dia 24 de maio afirmou que Klara Castanho teria dado à luz a uma criança, mas a pedido da própria atriz o post foi apagado. No entanto a notícias se espalhou e na última quinta-feira (23/06) ganhou proporções ainda mais alarmantes com uma live de Antonia Fontenelle onde, sem citar nomes, disse: “Trata-se de uma atriz da Globo, ela tem 21 anos de idade. Essa menina de 21 anos engravidou, escondeu a gravidez, inclusive trabalhou durante a gravidez, pariu o filho dela. Segundo as informações que ele [Leo Dias] tem, pediu que o hospital apagasse a entrada dela no hospital e pediu que nem queria ver o filho”.

Depois de tanta especulação, Klara usou o Instagram e através de uma carta aberta contou que foi estuprada: “Relembrar esse episódio traz uma sensação de morte, porque algo morreu em mim”, disse. A atriz revelou ainda que ao contar para o médico sobre a violência sofrida o profissional “obrigou a ouvir o coração da criança, disse que 50% do DNA eram dela e que seria obrigada a amá-lo”. “Eu não tinha, e não tenho, condições emocionais de dar para essa criança o amor, o cuidado e tudo o que ela merece ter”, disse.

A reportagem da TV Globo lembrou também que Klara Castanho chegou a ser ameaçada por uma enfermeira de vazar a história para um “tal colunista”. O jornalista em questão seria Leo Dias, que também foi exposto na matéria com imagens de uma publicação do site Metrópoles, onde ele revela detalhes do caso.

Segundo a advogada criminalista Fayda Belo, tanto Leo Dias como Antonia Fontenelle podem responder por difamação:

“Muita gente se engana que se eu não coloco nome, então eu não viro réu em uma ação. Se todos os dados que você relata dão conta que é aquela mulher, você pode sim virar réu numa ação por difamação”, explicou a especialista.

A reportagem do Fantástico exibiu ainda o pedido de desculpas de Leo Dias, que usou uma carta aberta no portal onde trabalha, como também da diretora de redação, Lilian Tahan. Já Antonia Fontenelle publicou um vídeo no seu Instagram, onde tentou se eximir da responsabilidade no episódio e não pediu desculpas.

*Informações do site Portal Alta Definição

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
19
Shares
1 comment
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Related Posts