Siga nossas redes

Política

Bolsonaro nega ter acusado Anvisa de corrupção: ‘Carta agressiva’

Published

on

Jair Bolsonaro (PL) negou que tivesse acusado a Anvisa de corrupção. Nesta segunda-feira (10), o presidente que se surpreendeu com a nota enviada pelo presidente da agência, Antônio Barra Torresnota enviada pelo presidente da agência, Antônio Barra Torres, desafiando o chefe do Executivo a apresentar provas sobre corrupção no órgão regulador. Em entrevista à Jovem Pan, Bolsonaro caracterizou o documento como ‘agressivo’.

“Me surpreendi com a carta dele. Carta agressiva. Não tinha motivo para aquilo. Eu falei: “o que é que está por trás do que a Anvisa vem fazendo?”. Ninguém acusou ninguém de corrupto. Por enquanto, não tem o que fazer no tocante a isso daí. Eu que indiquei o Almirante Barra para a Anvisa. A indicação é minha, assim como outros da diretoria passaram pelo crivo meu, que eu indiquei, foram sabatinados no Senado, mas foram indicação do próprio Barra Torres. Mas ele não precisava agir daquela maneira”, apontou

Segundo Bolsonaro, Torres ganhou “luz própria” após ser nomeado e negou qualquer tipo de atrito. “Eu nomeei para lá, depois da nomeação, ele ganhou luz própria. Espero que ele acerte na Anvisa. Mas não tivemos nenhum atrito a ponto tal dele falar que eu tinha que identificar qualquer indício de corrupção. Deixo claro, em novembro a PF foi na casa de diretores antigos da Anvisa. Então, nenhum órgão está livre de corrupção. Agora, eu não acusei a Anvisa de corrupção. Eu perguntei o que está por trás dessa gana, dessa sanha vacinatória”.

Click para comentar

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

As mais lidas