Ataque a tiros mata 7 pessoas em uma sinagoga em Jerusalém

Ao menos seis pessoas morreram e outras 10 ficaram feridas após um ataque a tiros em uma sinagoga em Jerusalém, capital de Israel. Segundo o Ministérios das Relações Exteriores, o crime ocorreu na noite de 6ª feira (27/01/2023), um dia depois que uma operação nacional resultou na morte de 10 palestinos na Cisjordânia.

Apesar de tentar fugir, o atirador foi perseguido por policiais e morto durante troca de tiros. Ele foi identificado como Khairi Alqam, de 21 anos, de descendência palestina. Outras 42 pessoas, incluindo integrantes da família do agressor, foram detidas para interrogatórios. Em meio ao cenário, o exército de Israel também reforçou as tropas.

O ataque foi condenado por membros da comunidade internacional, como os líderes da Jordânia e do Egito, países árabes que assinaram tratados de paz com Israel. O mesmo foi feito pelos Emirados Árabes Unidos, um dos vários Estados árabes que normalizaram as relações com o país há pouco mais de dois anos.

 

Conflito Israel x Palestina

As tensões entre os países aumentaram depois que Israel intensificou os ataques na Cisjordânia na primavera passada. Cerca de 170 palestinos foram mortos na Cisjordânia ocupada e Jerusalém Oriental no ano passado, tornando 2022 o ano mais mortífero nos territórios desde 2004. No mesmo ano, 30 pessoas foram mortas em ataques palestinos contra israelenses.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

TikTok (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts