Após morte de fã, Flávio Dino determina a permissão da entrada de garrafas de água de uso pessoal em casa de shows

O ministro da Justiça Flávio Dino anunciou neste sábado (18/11/2023) que por determinação da Secretaria do Consumidor do Ministério da Justiça, será permitida a entrada de garrafas de água de uso pessoal, em material adequado, em espetáculos. Além disso, as empresas produtoras de espetáculos com alta exposição ao calor deverão disponibilizar água potável gratuita em “ilhas de hidratação” de fácil acesso. “A medida vale imediatamente”, disse Dino.

Na noite desta sexta-feira (17/11), a psicóloga Ana Benevides, de 23 anos, morreu após passar mal durante show da cantora norte-americana Taylor Swift, no Estádio Olímpico Nilton Santos, no bairro do Engenho Novo, na zona norte do Rio.

“A Secretaria Nacional do Consumidor tomará as providências cabíveis para a fiscalização, com a colaboração dos Estados e dos Municípios, bem como atuação da Polícia, se necessário”, afirmou o ministro. Mais dois show de Taylor Swift estão programados para este fim de semana no Rio, que registra temperaturas acima dos 40°C.

Nas redes sociais, fãs criaram uma petição exigindo a criação da Lei Ana Benevides para o fornecimento gratuito de água potável nos espetáculos. Os fãs disseram que não podiam entrar com garrafas e tinham de comprar a água vendida dentro do estádio. Copos de 300 ml eram vendidos a R$ 8.

O Ministério Público do Rio de Janeiro disse que vai acionar a T4F, empresa responsável pela organização do show, para a tomada de medidas de prevenção urgentes e que contará com promotores de Justiça de plantão durante o fim de semana no estádio Nilton Santos para fiscalização das medidas que busquem evitar novos problemas e garantir a proteção da saúde do público presente.

Segundo denúncias de fãs, a T4F, empresa organizadora da turnê da cantora no Brasil, barrou a entrada de garrafas d’água durante a apresentação realizada nesta sexta-feira (17/11/2023). Dino anunciou que solicitou providências imediatas à Secretaria Nacional do Consumidor (Senacom), vinculada ao Ministério da Justiça.

Orientei o Secretário Nacional do Consumidor do Ministério da Justiça, Wadih Damous, a adotar as providências cabíveis – AINDA HOJE – quanto às denúncias de vedação ou ausência de disponibilidade de ÁGUA para os consumidores que foram ou irão a shows durante essa imensa onda de calor.

O ministro também afirmou que a Secretaria do Consumidor do Ministério da Justiça vai adotar “as medidas imediatas, com a edição de normas emergenciais e notificações, ainda hoje, acerca do acesso à água em shows e outros espetáculos públicos”, e que vai apontar eventuais responsabilidades pelos danos já causados, em diálogo com os demais órgãos do Sistema Nacional do Consumidor.

Ana Clara Benevides Machado, 23, passou mal por conta do calor e morreu durante o show desta sexta-feira (17/11), no Estádio Nilton Santos. A jovem estudava psicologia e veio de Rondonópolis (MT) para assistir a apresentação de Taylor Swift. Segundo os amigos, ela teria começado a passar mal ainda no começo do evento.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie E-mail para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

TikTok (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaodnoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
0
Shares
Related Posts