Após dizer em rede nacional que não tomaria vacina por ser na China, apresentador Sikêra Jr. recebe a 1º dose da CoronaVac

O apresentador da Rede TV, Sikêra Júnior, recebeu neste último sábado (17) a primeira dose da Coronavac após afirmar, em rede nacional, que não tomaria a “vacina chinesa”, fabricada pelo laboratório Sinovac, da China, em parceria com o Instituto Butantan, de São Paulo. Em novembro de 2020, Sikêra afirmou ser contra a vacina obrigatória no Brasil.“Meu corpo, minhas regras (…) “Eu não quero tomar essa vacina. Eu não sei de onde vem, quem fez. Aliás, a gente sabe de onde veio, veio da China, todo mundo sabe disso, mas quem quiser pode tomar, ‘tomar na jaca’, porque eu não vou tomar, não”,”, argumentou. O comunicador foi imunizado em um drive thru da cidade de Manaus, no Amazonas. Ele compartilhou o momento da aplicação da primeira dose em seu perfil no Instagram. “Tô indo vacinar. Dia histórico pra mim, peço a Deus que tudo corra bem e que a cura venha, minha gente. Que a imunidade venha”, disse aos seus seguidores. Após a publicação, internautas resgataram o vídeo do momento em que Sikêra coloca em prova a vacina. Ele rebateu as críticas afirmando que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) “mandava nele”.  “Um recado pros esquerdistas, que são doidos: vocês têm que procurar um psiquiatra. Vocês não são normais. Não era melhor ter tomado cloroquina? Eu tomei cloroquina e azitromicina, tive COVID-19 e vou tomar a vacina. Vou tomar a segunda dose. E aconselho todo mundo a tomar. E o presidente vai gostar? O presidente pode mandar na sua mulher, quem manda em mim sou eu”, afirmou.

Comments (0)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *