Após começar depoimento de Gonçalves Dias, CPI do MST é interrompida por bate-boca

Pouco após começar, o depoimento do ex-ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República General Gonçalves Dias na Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do MST foi interrompido por um intenso bate-boca entre parlamentares.

A confusão começou quando o deputado federal e relator da CPI Ricardo Salles (PL-SP) questionou o general sobre a ditadura militar. O ex-ministro do Meio Ambiente perguntou se G. Dias considera que em 64 houve um golpe ou uma revolução.

O ex-chefe do GSI preferiu não responder. A questão escalou para um bate-boca generalizado.

Outra confusão envolveu uma melancia. Parlamentares da oposição levaram uma melancia para sessão, por ser “vermelha por dentro”. O presidente da CPI, tenente-Coronel Zucco (Republicanos), pediu para que a fruta fosse jogada fora.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie E-mail para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

TikTok (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts