Anvisa proíbe uso de pomadas de trançar e modelar cabelos

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) proibiu o uso de todas as pomadas de trançar e modelar cabelos comercializadas no Brasil. A medida de restrição segue e vigor até que as investigações sejam concluídas. Por conta da restrição, nenhum lote pode ser comercializado ou usado por profissionais de beleza.

Consumidor: o que fazer?

  • Não use ou adquira esses produtos.
  • Se fez uso recente, lave os cabelos com cuidado, sempre lembrando de inclinar a cabeça para trás, para que o produto não entre em contato com os olhos.
  • Em caso de contato acidental com os olhos, lave imediatamente com água em abundância.
  • Em caso de qualquer efeito indesejado procure imediatamente o serviço de saúde mais próximo de você.
  • Em caso de efeito indesejado, notifique o caso à Anvisa por meio do endereço

Profissionais, salões e comércio em geral: o que fazer?

  • Não utilizem esses produtos em nenhum cliente.
  • O manuseio do produto também pode trazer risco aos aplicadores.
  • Não comercialize esses produtos enquanto a medida estiver em vigor.
  • Não existe determinação de recolhimento de todos os produtos no momento, mas o produto deve ficar separado e não deve ser exposto ao consumo ou uso.

A decisão é resultado de uma avaliação de risco feita pela Anvisa e foi adotada tendo em vista o aumento do número de casos de efeitos indesejáveis graves associados ao uso desse tipo de produto.

Entre os eventos relatados pelos usuários estão cegueira temporária (perda temporária da visão), forte ardência nos olhos, lacrimejamento intenso, coceira, vermelhidão, inchaço ocular e dor de cabeça. Segundo as informações disponíveis, os eventos ocorreram, principalmente, com pessoas que tomaram banhos de mar, piscina, ou mesmo de chuva após terem feito uso dos produtos.

A interdição cautelar é uma medida preventiva e temporária para proteger a saúde da população e permanece vigente enquanto são realizados testes, provas, análises ou outras providências requeridas para a investigação e conclusão do caso.

Contato da redação ou setor comercial:

Envie Email para: contato@sessaodenoticias.com.br ou clique aqui.

Sigam nossas redes sociais:

Facebook (@sessaodenoticias)

TikTok (@sessaodenoticias)

Instagram (@sessaodenoticias)

Twitter (@sessaonoticias)

Youtube (Sessão de Notícias)

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Related Posts